COMÉRCIO DE NOVA SERRANA DEVERÁ FECHAR ÀS 18H

Supermercados, lanchonetes e restaurantes poderão ficar abertos até 20h; Após este horário, lanchonetes e restaurantes só poderão vender no sistema de delivery; Já os bares, só poderão vender por delivery; nenhum comércio poderá vender bebidas alcóolicas geladas; Os postos de combustível, farmácias e estabelecimentos ligados à saúde podem atender presencialmente nos horários convencionais.

publicado em 4 de maio de 2021

Para conter o avanço da covid-19 em Nova Serrana, a prefeitura decretou novas medidas restritivas. O Decreto 54/2021 foi publicado dia 2 e abrange todo o comércio. Entre as deliberações estão a proibição da venda de bebidas alcóolicas geladas, a abertura de bares e a realização de qualquer tipo de aglomeração, inclusive as reuniões de família.


ESTABELECIMENTOS QUE NÃO PODEM ABRIR. VENDAS SÓ DEVEM SER FEITAS POR DELIVERY:

-Bares, distribuidores de bebidas, tabacarias e congêneres.


ESTABELECIMENTOS QUE SÓ PODEM ABRIR ATÉ 20H:

-Supermercados, restaurantes, lanchonetes e congêneres;

-Restaurantes, lanchonetes e afins podem vender por delivery após 20h e não é permitida retirada na porta;

-Consulte o decreto para conferir as regras de funcionamento de supermercados.


ESTABELECIMENTOS QUE PODEM ATENDER PRESENCIALMENTE E NOS HORÁRIOS CONVENCIONAIS

-Postos de combustível, farmácias e outros estabelecimentos ligados à saúde.

-Consulte o decreto para conferir as regras de funcionamento.

ESTABELECIMENTOS QUE SÓ PODEM FICAR ABERTOS ATÉ 18H:

-Lojas de roupas, calçados, acessórios e todas as outras que não foram citadas anteriormente;

-Consulte o decreto para conferir as exigências para abertura.


FEIRAS LIVRES:

Só podem funcionar aos sábados, de 6h ás 12h para comércio de hortifrutigranjeiros, carnes, peixes, laticínios, bolos, biscoitos, roscas e similares. Não pode haver consumo no local. Consulte o decreto para mais regras das Feiras Livres.


EXPRESSAMENTE PROIBIDO:

-Circular sem máscara por áreas públicas;

-Permitir aglomeração dentro de estabelecimentos comerciais;

-A realização e permanência em eventos, festas, comemorações ou inaugurações presenciais, públicos ou privados, inclusive de pessoas da mesma família que não moram juntas;

-A locação de imóveis e espaços privados, incluindo sítios e salões, para a realização de eventos particulares, independentemente do número de pessoas; em área urbana ou rural.


Clique aqui para ver o decreto e saber mais.

69 visualizações